Quanto Cobrar ?

Clécio Rodrigues de Jesus perguntado 2 semanas

Olá a todos . Tenho usado bastante esse blog/site , tem dicas muito boas . Estou iniciando no ramo de personalizado e impressões . Adquiri uma plotter para parte de personalizado e depois de muita luta consegui operar o equipamento . Tenho uma duvida . Um amigo que possui uma gráfica pediu pra eu fazer os recorte de um material pra ele e que eu cobrasse pelo serviço , mas não sei como calcular . Vcs tem alguma sugestão de como calcular esse tipo de serviço ? Uma vez que só vou usar a maquina e não vou gastar com insumos (tinta e papel .)

1 respostas
Denis Gomes Franco Staff respondido 2 semanas

Olá Clécio,
É bem complicado falar disso.
Não é verdade que você não vai usar insumos. Mesmo que você só corte existe o desgaste da lâmina, desgaste da base de corte, manutenção do equipamento ao longo do tempo. Isso precisa fazer parte do preço que você vai cobrar.
Como você só vai operar a máquina, o restante do preço vai ser composto do valor da sua mão de obra. Infelizmente não posso responder a essa pergunta, nem você irá encontrar informações sobre isso na internet pois essa é uma pergunta muito pessoal e a resposta para ela vai depender do quanto você deseja obter de lucro com esta máquina considerando fatores como ‘quanto tempo você leva para concluir um pedido’, ‘que tipo de atendimento você vai dar para o seu cliente’, ‘quanto você deseja obter por mês com esta máquina’, ‘quanto você precisa arrecadar para pagar o investimento neste equipamento’, entre outros.
O correto é você refletir sobre a situação e chegar a um valor que seja agradável, afinal de contas você comprou o equipamento para tirar o seu sustento. Cobrar um valor muito baixo vai fazer não valer a pena pra você (você vai trabalhar demais por muito pouco) mas também cobrar um valor muito alto vai fazer você pegar menos trabalhos (o que pode ou não ser uma coisa boa, dependendo da sua situação em particular).
Sinto não poder te dar uma resposta precisa mas essa é a realidade. Eu pretendo que você pense um pouco sobre isso e chegue à sua própria conclusão sobre o quanto cobrar considerando os diversos fatores envolvidos na prestação de um serviço.
Lembre-se de uma coisa: a prestação de serviços agrega valor ao seu cliente. Pense também em questões como comodidade e praticidade que você pode oferecer ao seu cliente por ele conseguir concluir o trabalho dele com a sua ajuda. Isso tudo tem que ter um valor, claro.
Além disso você também encontrará clientes que querem te desvalorizar ou que querem tirar vantagem de você. Então seja firme no seu preço.
Por fim, também não tenha medo de começar cobrando um preço, para sentir como vai ser a coisa, e depois aumentar se você julgar necessário para cobrir o seu esforço, a sua inteligência, a sua mão de obra e o seu equipamento. Se você aumenta o preço muito provavelmente seus clientes vão reclamar ‘ah, mas você fazia X antes’ mas, como falei, é preciso valer a pena pra você também e se você acha necessário aumentar o preço, então aumente. Não existe obrigação de que você siga cobrando sempre o mesmo preço, não importa o que o seu cliente diga. Só você pode cuidar dos seus interesses
Mais uma vez sinto muito por não dar uma resposta precisa, mas é que este é um assunto realmente complicado, precificar serviços.
Juntamente a isso te recomendo também procurar cursos, artigos, materiais e até mesmo consultorias nas áreas de gestão e vendas. Existe muito material gratuito por aí e entidades como o Sebrae que ajudam o pequeno empreendedor. Se você vai prestar serviços, você já tem um pequeno negócio, e o que garantirá o sucesso do seu negócio é uma boa administração dele. Se você tiver essa visão de gestão, você conseguirá mais facilmente respostas para essa e outras perguntas.
Desenvolva essa mentalidade de empreendedor e o sucesso virá para você, incluindo o sucesso financeiro.
Boa sorte!