Dica rápida: Fotos escaneadas ficam com manchas? Saiba como resolver

Essa é uma dica rápida pra quem usa scanner ou tem uma impressora multifuncional e costuma escanear fotos impressas – porque, afinal, a fotografia já é digital mas sempre há aquela foto em papel que está guardada há muito tempo e ainda não foi digitalizada, ou você recebeu um lote de fotos de alguém que preferiu imprimir em um laboratório ao invés de mandar em arquivo.

Essa dica vale pra quem vai escanear fotos que foram impressas em papel brilhante liso, quer tenham sido feitas em um minilab ou estúdio fotográfico do jeito tradicional, quer tenham sido impressas em uma impressoras jato de tinta em papel glossy. O papel fotográfico brilhante é liso, muito liso, e a sua superfície tende a grudar mais do que os outros tipos de papéis (além de pegar mais sujeira e marcas de dedos). Essa superfície, portanto, pode “agarrar” ao vidro do scanner e isso pode causar manchas estranhas que não aparecem na foto original, só na foto escaneada. Resolver isso é simples: basta colocar a foto sobre algum tipo de plástico transparente bem liso – pode ser uma folha de transparência, ou um saco plástico de presente, ou aqueles envelopes para lacrar CDs e DVDs. Isso vai criar uma barreira entre a foto e o vidro do scanner, evitando que ela grude e cause manchas no escaneamento. Mas é muito importante que tal plástico seja do tipo “cristal”, ou seja, bem transparente, liso e de alta qualidade, sem riscos e sem amassados, caso contrário haverá degradação da imagem.

Compartilhe por aí