Dica rápida: Imprimindo em papéis mais grossos

Existe uma boa variação com relação a espessura de papel que uma impressora pode imprimir, seja ela jato de tinta ou laser. O que fazer quando você realmente precisa imprimir em um papel grosso?

O mecanismo de tracionamento de papel usado em uma impressora determinará a espessura máxima de papel que você poderá imprimir. Impressoras que puxam o papel pela frente – e ele faz uma curva de 180 graus – tendem a não serem compatíveis com papéis superiores a 180 gramas (ou mesmo podem ter dificuldade com esta gramatura). Impressoras onde o caminho do papel faz menos curvas geralmente conseguem imprimir em gramaturas maiores – até 270 gramas dependendo da impressora. Acima dessa espessura, a impressão só é possível com equipamentos profissionais e de alto nível.

Mas há um truque que permite imprimir em papéis mais grossos, que não são compatíveis com sua impressora, ou até mesmo em materiais que não são compatíveis com jato de tinta ou laser, como plástico ou MDF: é o adesivo.

Basta imprimir a sua arte em papel adesivo, disponível em tamanho de folha inteira, e depois da impressão aplicar ao material. Existem adesivos de vários tipos: adesivo de papel comum (tipo Pimaco), adesivo glossy (brilhante) e até mesmo adesivo transparente (mas lembre-se de que a impressora não possui tinta branca). Todos esses são compatíveis com impressoras jato de tinta ou laser.

Com este pequeno truque você consegue, por exemplo, personalizar uma folha de papel couché 300g, ou uma capa dura de caderno, ou chapas de PVC. Apenas lembre-se de verificar a aderência do adesivo escolhido ao material que você pretende usar. E para proteger mais a sua impressão você pode laminar usando adesivo transparente (tipo Contact) ou BOPP.

Compartilhe por aí